Seja Sócio Fórum
01 de fevereiro de 2018, 22h00

Secretário de Estado dos EUA sugere golpe militar na Venezuela

“Na história da Venezuela e dos países sul-americanos, às vezes o Exército é o agente da mudança quando as coisas estão tão ruins e a liderança não mais serve ao povo”, disse Rex Tillerson, que se mostrou ainda preocupado com a ameaça que a China e a Rússia representam diante do imperialismo que os EUA exercem na América Latina Por Redação* No que depender das declarações do Secretário de Estado norte-americano, a Venezuela pode estar próxima de mais um golpe militar com intervenção estrangeira. Em palestra na Universidade do Texas realizada nesta quinta-feira (1), Rex Tillerson sugeriu uma tomada de...

“Na história da Venezuela e dos países sul-americanos, às vezes o Exército é o agente da mudança quando as coisas estão tão ruins e a liderança não mais serve ao povo”, disse Rex Tillerson, que se mostrou ainda preocupado com a ameaça que a China e a Rússia representam diante do imperialismo que os EUA exercem na América Latina

Por Redação*

No que depender das declarações do Secretário de Estado norte-americano, a Venezuela pode estar próxima de mais um golpe militar com intervenção estrangeira. Em palestra na Universidade do Texas realizada nesta quinta-feira (1), Rex Tillerson sugeriu uma tomada de poder pelas Forças Armadas diante de uma suposta crise política no país governado por Nicolás Maduro.

“Na história da Venezuela e dos países sul-americanos, às vezes o Exército é o agente da mudança quando as coisas estão tão ruins e a liderança não mais serve ao povo”, afirmou. Antes, ele disse ainda preferir que Maduro deixe a presidência por livre e espontânea vontade e prevê uma “mudança” no país.

“Maduro deveria voltar à sua Constituição e segui-la”, completou.

Na mesma palestra, o Secretário de Estado se mostrou ainda incomodado com o crescimento da aproximação da China e da Rússia com os países da América Latina o que, para ele, pode representar uma ameaça ao imperialismo que os Estados Unidos exercem na região.

“A América Latina não precisa de novos poderes imperiais que só buscam beneficiar seu próprio povo”, disse.

*Com informações da Folha de S. Paulo

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum