Imprensa livre e independente
30 de outubro de 2018, 16h43

Sede da CUT de Alagoas sofre atentado com disparos de arma de fogo

Em nota, a direção da Central considera o caso uma ameaça à democracia e já formalizou denúncia à Polícia para que seja instaurado um inquérito que aponte os responsáveis

Foto: Reprodução/CUT Alagoas A sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT), localizada em Maceió, capital de Alagoas, foi alvo de disparos de arma de fogo. A direção da entidade informou que ninguém ficou ferido, pois os tiros foram apenas na placa de entrada. “Foram vários tiros. Creio que descarregaram a arma toda e acho que atiraram do terreno baldio que tem aqui ao lado. Não saí à rua no momento dos tiros, apenas após. Logo que vi os furos na placa da CUT comuniquei ao pessoal da entidade que tenho contato”, afirmou um vizinho da sede. A CUT Alagoas divulgou...

Foto: Reprodução/CUT Alagoas

A sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT), localizada em Maceió, capital de Alagoas, foi alvo de disparos de arma de fogo. A direção da entidade informou que ninguém ficou ferido, pois os tiros foram apenas na placa de entrada. “Foram vários tiros. Creio que descarregaram a arma toda e acho que atiraram do terreno baldio que tem aqui ao lado. Não saí à rua no momento dos tiros, apenas após. Logo que vi os furos na placa da CUT comuniquei ao pessoal da entidade que tenho contato”, afirmou um vizinho da sede.

A CUT Alagoas divulgou uma nota de repúdio. Acompanhem:

A Central Única dos Trabalhadores em Alagoas (CUT) repudia veementemente o ataque sofrido pela entidade na noite desse domingo (28). A placa de sinalização de sua sede, no Bom Parto, foi alvo de disparos de arma de fogo.

O incidente ocorreu logo após a confirmação do resultado das eleições para a Presidência da República.

A direção da Central considera o caso uma ameaça à democracia e já formalizou denúncia à Polícia para que seja instaurado um inquérito que aponte os responsáveis.

Veja também:  Gravidade, a voz feminina na poesia de Ellen Maria

A sociedade não pode aceitar atos de intolerância e violência sob qualquer motivação.

A Central continuará desempenhando seu papel de defender os direitos da classe trabalhadora e lutar por uma sociedade mais justa e solidária.

Com informações da CUT

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum