15 de fevereiro de 2019, 20h31

Segurança que matou jovem em supermercado é bolsonarista

Davi Ricardo Moreira Amancio, que deu um mata-leão em Pedro Henrique Araújo, foi preso em flagrante, mas deixou a Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro na madrugada desta sexta (15)

Foto: Reprodução
Por DCM O segurança Davi Ricardo Moreira Amancio, que deu um mata-leão em Pedro Henrique Araújo, no supermercado Extra na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, é eleitor de Bolsonaro. O caso aconteceu na última quinta-feira (14). O jovem morreu no hospital depois de uma parada cardíaca. O segurança foi preso em flagrante, mas deixou a Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro na madrugada desta sexta (15). Ele foi indiciado por homicídio culposo. A foto do perfil de Davi no Facebook diz: “Sou amapaense e sou Bolsonaro”. Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o...

Por DCM

O segurança Davi Ricardo Moreira Amancio, que deu um mata-leão em Pedro Henrique Araújo, no supermercado Extra na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, é eleitor de Bolsonaro. O caso aconteceu na última quinta-feira (14). O jovem morreu no hospital depois de uma parada cardíaca.

O segurança foi preso em flagrante, mas deixou a Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro na madrugada desta sexta (15). Ele foi indiciado por homicídio culposo. A foto do perfil de Davi no Facebook diz: “Sou amapaense e sou Bolsonaro”.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.