Imprensa livre e independente
09 de junho de 2019, 11h12

Seleção brasileira estreia na Copa de Futebol Feminino com pagode que exalta mulher no futebol

"Qual é, qual é, futebol não é pra mulher? Eu vou mostrar pra você, mané, joga a bola no meu pé", diz o refrão da canção cantada pelas jogadoras da seleção brasileira em estreia na Copa do Mundo de Futebol Feminino.

Reprodução/SporTV
A jogadoras da seleção brasileira chegaram ao Estádio dos Alpes, em Grenoble, para a estreia na Copa do Mundo de Futebol Feminino cantando um pagode criado por elas para a competição. A música é uma exaltação à mulher no futebol. “Qual é, qual é, futebol não é pra mulher? Eu vou mostrar pra você, mané, joga a bola no meu pé”, diz o refrão da canção criada pela meio-campista Cacau, do Corinthians, junto da ex-jogadora Gabriela Kivitz. Os versos foram criados quando as jogadoras atuavam pelo Centro Olímpico em 2011, mas ultrapassou as fronteiras do clube e ganhou corpo no último dia...

A jogadoras da seleção brasileira chegaram ao Estádio dos Alpes, em Grenoble, para a estreia na Copa do Mundo de Futebol Feminino cantando um pagode criado por elas para a competição. A música é uma exaltação à mulher no futebol.

“Qual é, qual é, futebol não é pra mulher? Eu vou mostrar pra você, mané, joga a bola no meu pé”, diz o refrão da canção criada pela meio-campista Cacau, do Corinthians, junto da ex-jogadora Gabriela Kivitz. Os versos foram criados quando as jogadoras atuavam pelo Centro Olímpico em 2011, mas ultrapassou as fronteiras do clube e ganhou corpo no último dia 6, com direito à clipe oficial.

A música, que destaca as dificuldades das mulheres apaixonadas por futebol, virou hino na seleção e embalou a chegada na Copa do Mundo da França para o jogo de estreia contra a Jamaica. “Ela fala da menina que joga profissional, mas esse preconceito desde criança é uma coisa que qualquer menina que joga se identifica. E a gente tentou descrever isso na música de forma alegre. É para representar de uma maneira alegre uma realidade de luta que o futebol feminino vive, essa é a ideia”, disse Gabi ao blog Dibradoras.

A música empolgou usuários no Twitter, que levaram a hashtag #GuerreirasdoBrasil ao topo dos assuntos mais comentados da rede social:

Confira a letra:

Veja também:  Marta aproveita Copa do Mundo Feminina para promover campanha pela igualdade de gênero

 

Desde pequena muito preconceito

Aqueles papo “futebol não é pra mulher”

Mas aprendi a dominar no peito, por no chão e responder com a bola no pé

 

Sempre com a molecada correndo na rua

É ligeira monta o time e a panela é sua

Não que brincar de boneca nem pintar na escola

Só quer saber de driblar, correr atrás de bola

 

REFRÃO

Qual é, qual é?!

Futebol não é pra mulher

Eu vou mostrar pra você mané

Joga a bola no meu pé

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum