Imprensa livre e independente
14 de janeiro de 2018, 17h21

Selton Mello processa Facebook para identificar origem de ataques na rede

Perfis falsos têm entrado nas contas do ator no Instagram e Facebook, chamando-o de como “pedófilo”, “misógino” e “machista”.

Perfis falsos têm entrado nas contas do ator no Instagram e Facebook, chamando-o de “pedófilo”, “misógino” e “machista”. Da Redação* De acordo com o blog do jornalista Lauro Jardim, de O Globo, o ator Selton Mello está processando o Facebook para que a empresa abra a identidade real de dois perfis falsos. Rosa Maria Morales e Ampulhetadeagua têm entrado em sua conta no Instagram e no Facebook atacando-o com adjetivos como “pedófilo”, “misógino”, “machista”, entre outros. Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais. Na ação, que corre em segredo de Justiça...

Perfis falsos têm entrado nas contas do ator no Instagram e Facebook, chamando-o de “pedófilo”, “misógino” e “machista”.

Da Redação*

De acordo com o blog do jornalista Lauro Jardim, de O Globo, o ator Selton Mello está processando o Facebook para que a empresa abra a identidade real de dois perfis falsos. Rosa Maria Morales e Ampulhetadeagua têm entrado em sua conta no Instagram e no Facebook atacando-o com adjetivos como “pedófilo”, “misógino”, “machista”, entre outros.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

Na ação, que corre em segredo de Justiça na 38ª Vara Cível do Rio de Janeiro, Selton pede que o Facebook identifique os IPs dos dois usuários e os forneça com urgência a ele.

*Com informações do Diário do Centro do Mundo

Foto: Reprodução/Gshow

 

 

Veja também:  Depois de reunião com presidente, Moro solta nota em sua defesa; Bolsonaro permanece em silêncio

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum