AO VIVO
19 de julho de 2017, 10h29

Senador Cristovam é chamado de golpista e sai da UFMG escoltado pela polícia. Assista vídeos

O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) teve de sair escoltado pela polícia da Universidade Federal de Minas Gerais na noite de ontem. Convidado para evento, foi chamado de golpista por manifestantes, por conta de apoio a impeachment de Dilma e voto a favor da reforma trabalhista   Por Redação   Foto: Reprodução Youtube   Na noite de […]

O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) teve de sair escoltado pela polícia da Universidade Federal de Minas Gerais na noite de ontem. Convidado para evento, foi chamado de golpista por manifestantes, por conta de apoio a impeachment de Dilma e voto a favor da reforma trabalhista

 

Por Redação   Foto: Reprodução Youtube

 

Na noite de ontem, o senador Cristovam Buarque (PPS-DF) teve de andar no campus da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e sair escoltado pela polícia, após ser cercado por manifestantes que chamavam o senador de golpista. As manifestações eram por conta de seu voto pelo impeachment da ex-presidente Dilma e a favor das reformas contra os trabalhadores de Temer. Foi também chamado de “cínico” e “traidor da educação”.

Há vídeos de pelo menos dois momentos em que o senador foi hostilizado. Num deles, Cristovam acena e chega a discutir com os manifestantes antes de seguir para o teatro. Noutro, aplaude ironicamente quem o chamava de golpista e manda “beijinhos”.

Nas redes sociais, o senador reclamou da acolhida: “Participei hoje da Sessão Especial aos 20 Anos de Ensino a Distância na SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência ), na UFMG. Um grupo de manifestantes me abordou de forma bastante desrespeitosa. Para pessoas que têm opiniões contrárias e que agem dessa forma, envio o meu recado: viver num país em que se é hostilizado por pensar diferente é mais um incentivo para que eu continue a minha luta pela educação”, escreveu.

Assista


#tags