Imprensa livre e independente
03 de fevereiro de 2017, 15h56

Será que Doria também vai chamar Moreira Franco de “sem vergonha” e “covarde”?

Em março do ano passado, quando Lula foi nomeado para ser ministro-chefe da Casa Civil, o atual prefeito de São Paulo atacou Dilma e o ex-presidente com ofensas e xingamentos, pois a nomeação seria uma maneira de “se esconder” da Lava Jato. Nesta quinta-feira (2), Temer tornou Moreira Franco, citado mais de 30 vezes em delação da Odebrecht, ministro, com foro privilegiado. Doria se calou Por Redação Parte da população, imprensa e classe política ficou indignada, em março do ano passado, com a tentativa da ex-presidenta Dilma Rousseff de nomear Lula ministro-chefe da Casa Civil, em uma tentativa de rearticular...

Em março do ano passado, quando Lula foi nomeado para ser ministro-chefe da Casa Civil, o atual prefeito de São Paulo atacou Dilma e o ex-presidente com ofensas e xingamentos, pois a nomeação seria uma maneira de “se esconder” da Lava Jato. Nesta quinta-feira (2), Temer tornou Moreira Franco, citado mais de 30 vezes em delação da Odebrecht, ministro, com foro privilegiado. Doria se calou

Por Redação

Parte da população, imprensa e classe política ficou indignada, em março do ano passado, com a tentativa da ex-presidenta Dilma Rousseff de nomear Lula ministro-chefe da Casa Civil, em uma tentativa de rearticular o governo, que já estava sendo sabotado pelos opositores às vésperas do impeachment. Na ocasião, acusaram Dilma de tentar blindar Lula das investigações da Lava Jato, o concedendo foro privilegiado enquanto ministro.

Na semana em que o presidente Michel Temer inventa um ministério para Moreira Franco, um dia depois da homologação de dezenas de delações da executivos da Odebrecht, em uma clara tentativa de protegê-lo com o foro privilegiado (Franco foi citado mais de 30 vezes na delação do ex-superintendente da empreiteira Claudio Melo Filho de receber propina de R$ 4 milhões em 2014, quando era ministro da Aviação Civil), vale a pena lembrar de um fato para constatar a indignação seletiva de parte dos políticos.

Veja também:  VÍDEO: Em programa dos EUA, Glenn diz que áudios foram feitos pelo Whatsapp e Telegram

João Doria (PSDB), naquele mês de março em que Lula foi indicado a um ministério, gravou um vídeo em que, com xingamentos e ofensas, ataca Lula e Dilma e diz que o ex-presidente é um “sem vergonha” e “covarde” por “se esconder atrás de um ministério” contra a Lava Jato. Relembre no vídeo abaixo e procure, agora, alguma manifestação de Doria sobre a mais nova nomeação de Temer.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum