Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

06 de junho de 2019, 18h54

Servidores querem flexibilização de horário em dias de jogos da Copa do Mundo Feminina

Assim como ocorreu com o campeonato masculino, associação enviou ao ministro da Economia, Paulo Guedes, pedido de flexibilização dos horários durante as disputas em que o time brasileiro participará

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A Associação Nacional da Carreira de Desenvolvimento de Políticas Sociais, ANDEPS, enviou ofício ao ministro da Economia, Paulo Guedes, solicitando flexibilização do horário de expediente durante os jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019. O campeonato terá início na França nesta sexta-feira (7).

Assinado pelo presidente da entidade Rubens Bias Pinto, a associação argumenta que esta será a primeira vez na história que o campeonato será transmitido em canal de TV aberta no Brasil.

No documento, a entidade argumenta que a flexibilização fora adotada durante os jogos da Copa do Mundo de Futebol masculino sem prejuízos econômicos ao país. Com isso, eles explicam que a liberação refletiria ainda na “isonomia entre gêneros”, de forma material e simbólica.

A jogadora Marta Silva, eleita seis vezes a melhor do mundo, participará do campeonato.

O blog entrou em contato com o Ministério da Economia, mas até a atualização desta reportagem o órgão não havia se manifestado se o horário do expediente seria ou não alterado.

Veja também:  "Pessoal cobra de mim, mas quem emprega não sou eu", diz Bolsonaro no Brasil com 13,4 milhões de desempregados

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum