Imprensa livre e independente
25 de março de 2017, 20h15

Show do Criolo no Lollapalooza é marcado por discurso anti-machista e ‘Fora, Temer’ gigante da plateia

Internautas tentaram registrar o momento, já que as emissoras que estavam transmitindo ao vivo tentaram abafar. Também teve ecos de “Fora, Temer” no show do Baiana System e, segundo relatos, uma banda estrangeira teria puxado um “Olê, olê, olê, olá. Lula, Lula” Por Redação Acontece neste final de semana em São Paulo um dos maiores festivais de música do país, o Lollapalooza. Neste sábado (25), o final da tarde foi marcado por protestos contra o presidente Michel Temer. Ao menos em dois shows foram registrados gritos de “Fora, Temer”: no show do rapper Criolo e na apresentação do grupo Baiana...

Internautas tentaram registrar o momento, já que as emissoras que estavam transmitindo ao vivo tentaram abafar. Também teve ecos de “Fora, Temer” no show do Baiana System e, segundo relatos, uma banda estrangeira teria puxado um “Olê, olê, olê, olá. Lula, Lula”

Por Redação

Acontece neste final de semana em São Paulo um dos maiores festivais de música do país, o Lollapalooza. Neste sábado (25), o final da tarde foi marcado por protestos contra o presidente Michel Temer. Ao menos em dois shows foram registrados gritos de “Fora, Temer”: no show do rapper Criolo e na apresentação do grupo Baiana System.

No caso do Baiana System, que foi alvo de holofotes no carnaval baiano por puxar o grito em suas apresentações, não convocou a plateia ao protesto desta vez. Mas ao ouvir o coro, o vocalista disse: “A voz do povo é a voz de deus”. Eles ainda ergueram, no palco, uma faixa contra a reforma da Previdência.

Já no show do Criolo o público gritou “Fora, Temer” praticamente em todos os intervalos de música. Um deles, de acordo com pessoas que estavam no show, foi “gigantesco”. “Manda esses caras saírem das trevas. Chega de desigualdade”, disse o rapper. Fãs que assistiam ao show pela TV, no canal Multishow, relataram que os gritos de protesto tentaram ser abafados pela emissora.

Na apresentação, Criolo ainda fez dicursos anti-machistas e pediu respeito às mulheres. “Qualquer mulher que você mexer no rolê é um ato de violência. Diga não à cultura do estupro”, afirmou.

Veja também:  Após ameaças, Bolsonaro manda milícia digital cobrar senadores sobre decreto das armas

Foto: Reprodução/Twitter

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum