Imprensa livre e independente
01 de agosto de 2015, 16h35

Sindicato dos Metalúrgicos lança nota de repúdio a ataque no Instituto Lula

Lideranças da categoria se reuniram ontem (31) com Lula para encaminhar ações diante do atentado contra o instituto que leva o nome do ex-presidente. “Não permitiremos que nossa principal liderança seja atacada ou mesmo ameaçada por setores ou pessoas que nunca se importaram com os trabalhadores”, diz a nota.

Lideranças da categoria se reuniram ontem (31) com Lula para encaminhar ações diante do atentado contra o instituto que leva o nome do ex-presidente. “Não permitiremos que nossa principal liderança seja atacada ou mesmo ameaçada por setores ou pessoas que nunca se importaram com os trabalhadores”, diz a nota Por Redação Nota de repúdio Lideranças dos metalúrgicos de todo o Estado de São Paulo estiveram reunidas com o ex-presidente Lula, na tarde de ontem (31), para encaminhar as ações da categoria diante do atentado ao Instituto Lula ocorrido na quinta-feira (30). Além do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, estiveram presentes...

Lideranças da categoria se reuniram ontem (31) com Lula para encaminhar ações diante do atentado contra o instituto que leva o nome do ex-presidente. “Não permitiremos que nossa principal liderança seja atacada ou mesmo ameaçada por setores ou pessoas que nunca se importaram com os trabalhadores”, diz a nota

Por Redação

Nota de repúdio

Lideranças dos metalúrgicos de todo o Estado de São Paulo estiveram reunidas com o ex-presidente Lula, na tarde de ontem (31), para encaminhar as ações da categoria diante do atentado ao Instituto Lula ocorrido na quinta-feira (30).

Além do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, estiveram presentes a Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT, a CNM-CUT, a Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT, a FEM-CUT, o Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba, e o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté.
Não permitiremos que nossa principal liderança seja atacada ou mesmo ameaçada por setores ou pessoas que não têm responsabilidade com a democracia e que nunca se importaram com os trabalhadores.

O legado vitorioso construído pelo ex-presidente Lula trouxe muitos avanços para o País e conquistas para os trabalhadores e para toda a sociedade brasileira.

As ações do governo Lula retiraram o Brasil das trevas: da fome, da desigualdade social, da concentração de renda e do abandono a que estavam submetidas as populações do campo, das periferias e das regiões Norte e Nordeste, e deram dignidade a milhões de pessoas.

As lutas no Brasil se intensificarão em defesa deste legado, do qual somos parte e muito nos orgulhamos.

Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Sábado, 1 de agosto de 2015

Foto de capa: Instituto Lula

Veja também:  "Se atitude significa ser subserviente, não é realmente o nosso caso", rebate Flávio Dino a Dória

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum