ASSISTA
12 de julho de 2017, 10h43

Site 342 aponta que faltam 150 deputados para denúncia contra Temer ir pro Supremo

Plataforma mostra que existem 198 deputados que se declaram indecisos. Para pressionar basta entrar no site e enviar e-mail para parlamentares   Por Redação   Nesta quarta-feira, o placar do site 342 mostrava que faltam 150 votos de deputados para que a denúncia contra Temer por corrupção passiva seja autorizada pela Câmara e possa ir […]

Plataforma mostra que existem 198 deputados que se declaram indecisos. Para pressionar basta entrar no site e enviar e-mail para parlamentares

 

Por Redação

 

Nesta quarta-feira, o placar do site 342 mostrava que faltam 150 votos de deputados para que a denúncia contra Temer por corrupção passiva seja autorizada pela Câmara e possa ir pro Supremo Tribunal Federal. São contabilizados 192 a favor da denúncia, 198 indecisos e 123 contrários. Como está no próprio nome do site, são necessários 342 votos para que a denúncia prossiga.

Entre os nomes indecisos e que podem ser pressionados a tomar uma decisão estão deputados conhecidos como Celso Russomano (PRB-SP), o cantor Sergio Reis (PRB-SP), o goleiro Danrley (PSD-RS) e o ex-ministro Roberto Freire (PPS-SP) e nomes pouco falados como André Fufuca (PP-MA) e Beto Salame (PP-PA). Confira a lista completa e pressione os deputados pelo site (clicando aqui).

 

Votações devem ocorrer até terça-feira — A denúncia contra o presidente Temer está sendo analisada na Comissão de Constituição e Justiça, CCJ, da Câmara. Para conseguir 40 votos e barrar parecer contra o presidente, partidos da base aliada trocaram dezenas de representantes na comissão. Mas independentemente do resultado na CCJ, a autorização será votada no plenário, provavelmente até a próxima terça-feira. Se passar e o Supremo aceitar a denúncia, o presidente Temer é afastado do cargo provisoriamente e assume o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.