Imprensa livre e independente
03 de agosto de 2016, 13h54

Soldado israelense rouba bicicleta de garota palestina de 8 anos

“Eu juro, é meu”, disse a garota de apenas oito anos de idade quando um soldado israelense armado de fuzil a intimida e rouba sua bicicleta em Hebron, um dos territórios palestinos ocupados por Israel. Assista ao vídeo Por Redação “Eu juro, é meu”, disse a garota de apenas oito anos de idade quando um soldado israelense armado de fuzil a intimida e rouba sua bicicleta em Hebron, um dos territórios palestinos ocupados por Israel. Enquanto a menina sai correndo e chorando assustada com os militares armados de fuzis, um outro soldado joga sua bicicleta em uns arbustos na lateral da rua. O vídeo...

“Eu juro, é meu”, disse a garota de apenas oito anos de idade quando um soldado israelense armado de fuzil a intimida e rouba sua bicicleta em Hebron, um dos territórios palestinos ocupados por Israel. Assista ao vídeo

Por Redação

“Eu juro, é meu”, disse a garota de apenas oito anos de idade quando um soldado israelense armado de fuzil a intimida e rouba sua bicicleta em Hebron, um dos territórios palestinos ocupados por Israel.

Enquanto a menina sai correndo e chorando assustada com os militares armados de fuzis, um outro soldado joga sua bicicleta em uns arbustos na lateral da rua. O vídeo foi divulgado no Facebook do site de notícias Al Jazeera.

O território ocupado de Hebron é conhecido pelas abordagens violentas feitas por parte do exército israelense. Em dezembro do ano passado, o Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), divulgou uma nota de repúdio às agressões e intimidações sofridas por militantes de direitos humanos que atuam na área.

Veja também:  Cineasta olavista diz que MBL tem "inveja doentia" e conspira contra Bolsonaro

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum