Imprensa livre e independente
19 de outubro de 2017, 16h15

STJ manda soltar Carlos Arthur Nuzman

Ex-presidente do COB estava preso desde o início do mês, acusado pelo MPF-RJ de participar de esquema de compra de votos para a escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

Ex-presidente do COB estava preso desde o início do mês, acusado pelo MPF-RJ de participar de esquema de compra de votos para a escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Da Redação* A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça decidiu há pouco soltar o ex-presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman. No entanto, a decisão inclui medidas cautelares. O ex-presidente do COB está desde o início do mês em Benfica. Foi acusado pelo MPF-RJ de participar de esquema de compra de votos para a escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos...

Ex-presidente do COB estava preso desde o início do mês, acusado pelo MPF-RJ de participar de esquema de compra de votos para a escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

Da Redação*

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça decidiu há pouco soltar o ex-presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman. No entanto, a decisão inclui medidas cautelares.

O ex-presidente do COB está desde o início do mês em Benfica. Foi acusado pelo MPF-RJ de participar de esquema de compra de votos para a escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Na semana passada, o desembargador Abel Gomes, do TRF-2, negou um pedido de habeas corpus impetrado pela defesa de Nuzman.

*Com informações de O Globo

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

 

Veja também:  Popularidade de Dallagnol está em baixa nas redes sociais

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum