#A Brasil

28 de dezembro de 2016, 09h40

A Brasil

O jornalista Lino Bocchini relata, em conversa com a Brasil, o episódio que resultou na morte de Índio, o ambulante espancado por defender travestis na estação Dom Pedro, do metro de SP. Brasil foi uma das que apanhou da dupla agressora. Segundo ela, Índio interveio: “Parem de bater na Brasil! Parem de bater na Brasil!’, gritou ele e foi tentar apartar”. Foi espancado até a morte logo em seguida.