#Abel de Queiroz

08 de maio de 2018, 08h52

Odebrecht usou doleiros para repassar recursos a Padilha e Yunes, operadores de Temer

Ouvido nesse inquérito que tramita no STF, o policial militar Abel de Queiroz confirmou ter realizado ao menos duas entregas no endereço de Yunes