#admitiu

11 de novembro de 2016, 19h57

Após prisão de guarda-civil, outros agentes são ouvidos sobre chacina em SP

O guarda-civil metropolitano de Santo André admitiu ter um perfil feminino falso no Facebook e ter usado essa identidade para atrair os jovens para uma festa fictícia em uma chácara. Por Redação* Após a prisão de um guarda-civil metropolitano de Santo André, na Grande São Paulo, outros membros da corporação prestam nesta sexta-feira (11) depoimento sobre o […]