#adultismo

29 de julho de 2017, 19h27

Freixo, Priscila e Isadora

Nesta semana, Priscila Soares (vulgo “ex-mulher de Freixo”, segundo a maior parte da mídia) denunciou, por meio das redes sociais, o machismo que sofreu durante sua relação com um dos políticos atualmente mais proeminentes da esquerda dita mais à esquerda: Marcelo Freixo, PSOL. Como exposto por Maria Elisa Maximo, do Catarinas, “Denunciar o machismo e a misoginia […]


17 de abril de 2016, 12h52

Como se fosse a primeira e a última

Um amigo meu me contou que o filho tem enrolado muito para dormir. Deita, daí pede para ir ao banheiro (onde não faz nada), daí pede um lanche, daí pede água, daí pede história, daí… tem pai ou mãe por aí que não saiba o que é isso? Então que, outro dia, o menino, além […]


27 de fevereiro de 2016, 14h13

Independência ou desamparo?

****Vou usar a palavra “independência” no sentido de capacidade de fazer por si só, sem a ajuda de outras pessoas. Não usarei a palavra “autonomia” porque esta, para mim, tem um sentido mais ligado a regrar-se, escolher agir de determinada forma, sem que isso parta de um estímulo externo, o medo de alguma punição ou […]


29 de novembro de 2015, 08h52

Educação ou opressão?

Convido todes a lerem meu trabalho de conclusão do curso de pedagogia, “Educação ou Opressão? O Adultismo no Ensino de Crianças e Adolescentes”. Segue abaixo uma amostrinha; o trabalho completo pode ser baixado aqui. Peço desculpas por não ter tido coragem de observar a neutralidade de gênero no texto (que aqui mantive conforme o original) […]


05 de agosto de 2015, 18h56

A amamentação imperfeita

Já que estamos na Semana Mundial do Aleitamento Materno, me deu vontade de contar um pouco da minha história com a amamentação. Eu amamento há mais de quatro anos. Já amamentei de noite, de dia, em público, privado, grávida, uma criança só, duas crianças ao mesmo tempo, criança dormindo, criança fazendo mama-sutra. Ao amamentar, já […]


31 de julho de 2015, 10h19

Ainda somos os mesmos e vivemos…

Outro dia tive a infelicidade de perder o meu tempo com o péssimo “Uma Família em Apuros” (Parental Guidance, 2012), a despeito de já ter jurado que nunca mais assistiria um filme com o Billy Crystal. É que tinha a Marisa Tomei. E a Bette Midler. Não resisti. O filme gira em torno de caricaturar, […]


29 de junho de 2015, 11h40

Quem será que limpa a casa da empregada?

Este é um guest post de autoria da minha amiga Cris Matos. **** Nasci no dia 23 de julho de 1994 em João Pessoa-PB às 5h20 da manhã. Minha mãe vem de uma família muito pobre em uma cidade muito pequena da Paraíba. É uma mulher que não se declara negra, mas nunca foi lida […]


26 de maio de 2015, 08h36

Aberração

Eu acho que sempre soube que gostava de meninas; de certa forma, soube disso até antes de saber que também gostava de meninos. Eu sabia disso mesmo antes de saber verbalizar isso, construí-lo com palavras, elaborar, enunciar. Eu simplesmente gostava. Carinho, ternura, admiração, vontade de estar junto, de ter contato físico. Eu não tinha um […]


17 de maio de 2015, 14h57

Quem cuida de quem cuida?

A maternidade não é simplesmente uma escolha pessoal. Nós, mulheres, somos constantemente empurradas no sentido dela. É uma pressão exercida tanto de forma direta e descarada, pela cobrança por parte das pessoas (conhecidas ou desconhecidas, já que, aparentemente, o status reprodutivo de uma mulher é assunto aberto ao comentário do grande público), quanto de forma […]


16 de abril de 2015, 10h24

Atravessando a rua

Ela estava passeando a pé com seu pai. Ao atravessarem uma avenida movimentada, viu que um que carro se aproximava e parou, no meio do caminho. O pai, que estava desatento, primeiro avançou, daí avistou o perigo (tudo isso em fração de segundo) e não apenas decidiu continuar ao invés de parar, como pegou na […]


09 de março de 2015, 17h01

Gaslighting desde o berço

No meu último texto, falei sobre gaslighting (lê-se “gaslaitim”). Tentei esmiuçar bem o conceito, porque o considero de vital importância. Como eu disse lá, gaslighting é alguém manipular outra pessoa para levá-la a desconfiar de sua própria percepção da realidade e fazer com que ela duvide de si mesma, ou, ainda, com que outras pessoas duvidem dela. Frequentemente ambos. É possível, […]


08 de fevereiro de 2015, 20h36

Crianças são pessoas

Continuando o assunto da semana passada, resolvi escrever a partir da minha resposta a um dos comentários que apareceram no meu post “Tirania Infantil?”. Nós vivemos em sociedade. Viver em sociedade significa viver em contato com outras pessoas, mesmo que diferentes de nós. Significa respeitar a diversidade. Crianças e suas mães são pessoas. E fazem parte da […]


01 de fevereiro de 2015, 10h15

Limites

Um post meu do ano passado, chamado “Tirania Infantil?” tem recebido muitos acessos e muitos comentários indignados e ultrajados. Pessoas dizendo que eu estou arrumando desculpas para não educar, nem dar “limites” – porque, aparentemente, falar contra o adultismo e a violência, seja física, seja psíquica, que é praticada rotineiramente contra crianças e adolescentes, é […]


09 de janeiro de 2015, 11h09

Criança não é personagem de RPG

É muito comum as pessoas nos aconselharem a adotar com crianças determinadas práticas com o intuito de que, no futuro, elas sejam isso ou aquilo ou pensem assim ou assado. Costumo discordar desse tipo de motivação. Tenho para mim que o nosso trabalho adulto em relação à criança não é construí-la, juntar nela os tijolinhos que […]


02 de janeiro de 2015, 20h44

Hierarquia de opressões

Se você vê um homem negro sendo machista com uma mulher branca, você vai se omitir porque ele é negro e ela é branca? Se você vê uma pessoa com deficiência sendo adultista com uma criança sem deficiência, você vai se omitir porque ela é uma pessoa com deficiência e a criança não? Se você vê […]