#aeroporto confins

05 de agosto de 2017, 15h39

Após oferecer banana a uma funcionária negra da Azul, advogado é preso por racismo no aeroporto

Testemunhas que presenciaram o ato de racismo prestaram depoimento à Polícia Federal. O advogado foi levado para a Superintendência da PF em Belo Horizonte e depois encaminhado para a Polícia Civil de Vespasiano (MG).