#agenda ultraliberal

03 de novembro de 2015, 17h05

O ultraliberalismo quer suceder o PT

Não será tarefa fácil impedir que uma agenda ultraliberal se estabeleça em uma eventual saída do PT do governo, desfazendo todas as conquistas sociais obtidas nos últimos anos. A capacidade da esquerda em se unir e buscar soluções, de forma conjunta, fará toda diferença para que tenhamos um desfecho da atual crise menos nocivo à maioria trabalhadora do país