#ainda mais

24 de janeiro de 2018, 21h09

“Mesmo quando nos golpeiam, vamos lutar ainda mais”, garante Dilma

Em nota, a ex-presidenta declarou: “Nós iremos reagir à decisão injusta tomada pelo Tribunal Regional Federal, em Porto Alegre, ao confirmar a sentença absurda e facciosa que condenou o ex-presidente Lula”.