#Ana Tereza Baêta Campomizzi

14 de abril de 2018, 14h28

“Fui discriminada no meu próprio lar”, diz cadeirante que assegura na Justiça direito de ser auxiliada por porteiros

Maria Tereza Baêta Campomizzi recorreu aos tribunais para garantir o direito de ser ajudada por funcionários do prédio onde mora a ter acesso ao seu apartamento