#Assassinatos de Travestis

18 de julho de 2017, 10h24

Duas travestis assassinadas só em julho. Uma por R$ 50,00. A outra, para ‘limpar o mundo’

Larissa foi esfaqueada em um assalto em Cuiabá. Sophia foi baleada em João Pessoa por um sargento da PM. Ele alegou que sua “missão era acabar com homossexuais”. Segundo levantamento, o Brasil é o país que mais mata travestis e transexuais do mundo.