#atentados em Paris

25 de novembro de 2015, 17h14

Depoimento de uma francesa: atentados em Paris e os conflitos ligados ao tráfico no Rio de Janeiro

Fim de mais um semestre. Lecionei Geopolítica considerando-a um campo de estudo e não como uma disciplina fechada. Depois do primeiro bimestre mais descritivo da Geopolítica clássica, passando por autores e conceitos consagrados, chegamos ao ponto crítico. Isto mesmo, relativizamos os conceitos de espaço fugindo do simplismo nacional/internacional. Não se trata dessa relação somente. Tendo […]


21 de novembro de 2015, 17h57

Depoimento de uma francesa: atentados em Paris e os conflitos ligados ao tráfico no Rio de Janeiro

Em artigo, a estudante Camille Diere estabelece uma comparação entre os jovens cooptados pelos traficantes nas comunidades cariocas e aqueles levados a grupos extremistas, como o Estado Islâmico: “Obviamente, onde o Estado não responde ao seu papel de protetor e não providencia perspectivas de futuro há emergência de atores de substituição”.


19 de novembro de 2015, 10h41

Jornalista francês perde esposa em atentado e emociona o mundo com carta a terroristas

O texto, intitulado “Você não terá o meu ódio”, foi publicado no perfil de Antoine Leiris no Facebook e já atingiu, até o momento, mais de 200 mil compartilhamentos. Na mensagem, ele critica o terror propagado pelo grupo, mas ressalta que não irá manter qualquer sentimento que possa alimentar a vingança e a intolerância no mundo. Leia a carta na íntegra.


18 de novembro de 2015, 13h05

Dalai Lama sobre Paris: “O ser humano cria o problema e agora pede para Deus resolver”

Para o líder espiritual máximo do povo tibetano, os problemas da violência e intolerância religiosa não serão resolvidos com orações: "Foram os seres humanos que criaram esse problema, e agora estamos pedindo a Deus para resolvê-lo. É ilógico. Deus diria: resolvam-no sozinhos porque vocês mesmos o criaram"


17 de novembro de 2015, 17h59

Atentados em Paris não aconteceram

Acumulação, consonância e onipresença. Essas três palavras definem a atual cobertura da grande mídia brasileira aos ataques em Paris. Ao contrário da autêntica Chernobyl brasileira em que se transformou a catástrofe ambiental e humana em Mariana/MG com o rompimento das barragens de detritos da Vale do Rio Doce/Samarco. Por que essa diferença de tratamento? Há […]


17 de novembro de 2015, 12h09

Nova capa do “Charlie Hebdo” satiriza atentados em Paris

Em janeiro, o jornal francês foi vítima de ataque terrorista que matou doze pessoas. Confira a capa.