#aton fon

18 de março de 2016, 11h59

Semer: “Podemos escolher entrar num Estado policial. O que não podemos escolher é sair dele”

De acordo com o juiz e escritor, diferentemente de 1964, agora “esse caminho não está sendo escrito por fuzis, mas com canetas”, relembrando a diferença entre o pensamento de algumas pessoas à época em que lutavam pela redemocratização do país e as de agora. “Nas ‘Diretas já’ a gente usava camiseta amarela para confrontar os militares, não para tirar […]