#Barbacena

22 de agosto de 2015, 14h41

Mais de 60 mil pessoas morreram no maior manicômio do Brasil

Quando a única solução para pessoas com transtornos mentais era o isolamento em manicômios, o Colônia, que começou a funcionar em 1903, em Barbacena, Minas Gerais, foi um símbolo do desrespeito aos direitos humanos