#Berenice Giannella

06 de julho de 2017, 10h18

Presidente que salvou Fundação Casa sai pela porta dos fundos

Berenice, que deixou a unidade sem se despedir dos colegas, assumiu a instituição em 2005, após conturbada administração de Alexandre de Moraes. Ela reduziu o número de rebeliões de 80 por ano para cerca de cinco e equilibrou as finanças que, segundo consta, o atual ministro do STF tinha deixado um caos.