#Boutique Filmes

06 de novembro de 2015, 14h40

Não vai ter mamão com açúcar, neném!

O recrutamento de um ator negro para a primeira série brasileira da Netflix (3%) mostra que a coisa está ficando preta. Embora menos preta do que o necessário, a reação e a resistência estão mais complexas, fortes e ágeis.