#chorar

09 de setembro de 2015, 16h29

Perdi

Quando eu era criança, eu costumava fantasiar com enterros; que pessoas queridas haviam morrido e eu estava lá, presenciando seus funerais. Eu chorava e chorava. Esse choro me trazia alívio e eu me sentia culpada por isso. Mas não conseguia parar. O que eu não tinha condições de saber, naquela época, era que isso não […]