#conciliação de classes

31 de janeiro de 2016, 12h09

Azenha: Lula acreditou na conciliação de classes. Filhos do Roberto Marinho, não

José Dirceu e Lula chegaram ao poder apostando tudo na conciliação de classes. Experimentam, agora, o poder da guerra de classes movida pelos barões da mídia. Você pode até esquecer que nasceu pobre, foi do pau-de-arara ao Planalto, dividiu a mesa e serviu aos ricaços. Mas quem está “por cima” não esquece nunca