Copa do Mundo | Revista Fórum

#Copa do Mundo

17 de julho de 2018, 22h08

O Multiculturalismo de resultados

Esse multiculturalismo que se apresenta como exemplo a partir do esporte não corresponde a realidade para quem é negro, filho de imigrante africano, árabe ou de origem hispânica nos chamados países desenvolvidos e até mesmo no Brasil


17 de julho de 2018, 11h12

Sobre a comemoração de Pogba, que também é minha

Para um menino negro e de família pobre como eu fui, e como Pogba foi, o futebol é, muitas vezes, o caminho para transformar a nossa vida e das nossas famílias


16 de julho de 2018, 21h05

Racismo: Matéria do jornal ‘O Globo’ compara Pogba a um “animal que sai do cativeiro”

Texto do jornal carioca, ao descrever a alegria e empolgação de Pogba, que é negro, com a vitória da França na Copa do Mundo, o comparou a um animal; internautas acusam o veículo de racismo


16 de julho de 2018, 18h36

Croácia, Tito e futebol-caranguejo

Nas matérias sobre a Croácia, depois que o país começou a se destacar na Copa do Mundo, os jornalistas conseguiram a façanha de não citar o Marechal Tito, personagem central da história da Iugoslávia, à qual a Croácia pertencia, em boa parte do século XX. O futebol-caranguejo fica por conta da seleção brasileira


16 de julho de 2018, 16h18

“O rei será sempre rei”, diz Mbappé a Pelé

Elogio se deu como resposta a um tuíte do ex-jogador brasileiro ao comentar a nova marca atingida por Mbappé com o título mundial francês


16 de julho de 2018, 10h51

França e Croácia, futebol e política: uma final sob medida

Além do campo e bola, decisão da Copa simboliza conflitos entre nacionalismo e imigração


16 de julho de 2018, 10h02

Isso pode Arnaldo?

Monica Benício: “O futebol que une e aproxima precisa acontecer de fato. E para isso, precisa ter lésbica, gay, trans jogando, ocupando os estádios, narrando, comentando. Precisa que as mulheres possam participar destes espaços sem serem assediadas”


16 de julho de 2018, 09h12

Festa de comemoração da Copa acaba em tragédia na França

A celebrada multiculturalidade francesa expressa no time que venceu a Croácia, cuja quantidade de descendentes de imigrantes era imensa, não é algo simples no dia a dia país.


15 de julho de 2018, 17h44

Pele sobre Mbappé: “Vou ter que tirar a poeira das minhas chuteiras novamente”

Ele foi o jogador mais mencionado no Twitter globalmente durante a final


13 de julho de 2018, 19h21

Seleção da França começou a se destacar com a diversidade étnica, diz pesquisador

Na opinião de Irlan Simões, jogadores imigrantes ajudam seleções europeias, mas o racismo e a xenofobia permanecem no continente


13 de julho de 2018, 18h31

Imigrantes x neonazistas: uma final que ficará para a História

Dificilmente uma vitória da França sobre a Croácia fará prevalecer o ideal de inclusão na Europa, até porque esse ideal que há no esporte é muito mais discurso de marketing que humanitarismo. Mas precisamos pressionar, cunhar um conceito de civilização que inclua e não afaste


13 de julho de 2018, 18h06

Copa do Mundo de 2018 coloca racismo, machismo e homofobia em evidência

Nunca antes um mundial expôs tanto pautas de raça, gênero e orientação sexual como a Copa do Mundo da Rússia. Boa notícia é que o holofote nas opressões gerou reações


12 de julho de 2018, 15h34

O fascismo dentro das quatro linhas: jogadores croatas comemoram com saudações nazistas

Texto publicado no esquerdaonline mostra a relação direta entre a Croácia e seus jogadores com as manifestações de extrema-direita


11 de julho de 2018, 09h11

UFABC fez Brasil ir melhor na Copa do Mundo de Física do que na de Futebol

A equipe brasileira só conseguiu marcar presença na competição graças a um financiamento coletivo, como na edição do ano passado. Bem diferente dos milhões investidos com a equipe de Tite.w


10 de julho de 2018, 17h19

Moro e Neymar: a vaidade é o pecado favorito do Diabo

Em 72 horas os maiores investimentos semiótico-ideológicos da grande mídia foram desconstruídos: Sérgio Moro e Neymar Jr. O primeiro caiu na armadilha do habeas corpus que supostamente iria soltar Lula. E o segundo, na arapuca tautista midiática que fez o jogador acreditar que era intocável, até a viralização do mote “cai-cai” em vídeos pelo mundo eliminá-lo junto com a Seleção. Duas bombas semióticas