#crônica

18 de outubro de 2012, 14h04

Lembrando de um trambiqueiro

–Malandro, trambiqueiro, tem que ser simpático mesmo… Uma mulher dava bronca numa moça que foi enganada em não sei quê por um sujeito e dizia que o cara era muito simpático, não imaginava que ele fosse um enganador. Lembrei-me, então, de um trambiqueiro que conheci, o Aparecido, meu colega de trabalho numa época que tive […]


23 de setembro de 2012, 12h10

Movimento dos Sem Jeito: Sujeitos de deveres e privados de direitos, sujeitos ocultos, invisíveis, sem predicados

O descaso das “autoridades” com os “sem jeito”, que são aqueles que teimam em sobreviver, morando em condições precárias, distantes dos benefícios urbanos, de sistemas de água e esgoto, de segurança para suas moradias, de acesso a alimentos para suas famílias, migra da crônica urbana para se transmutar em impressionante evidência de descaso governamental, criminoso […]


17 de setembro de 2012, 20h15

Ladrão de galinha na Constituinte?

Na época da Constituinte, um bando de amigos quis que eu me candidatasse a deputado. Nós discutíamos muito sobre política, tínhamos muitas propostas para algum parlamentar do nosso lado que fosse participar da criação da nova Constituição do Brasil, e esses amigos acharam que eu é que devia levar essas propostas lá. Fizeram até um […]


17 de setembro de 2012, 17h17

Ladrão de galinha na Constituinte?

Na época da Constituinte, um bando de amigos quis que eu me candidatasse a deputado. Nós discutíamos muito sobre política, tínhamos muitas propostas para algum parlamentar do nosso lado que fosse participar da criação da nova Constituição do Brasil, e esses amigos acharam que eu é que devia levar essas propostas lá


24 de julho de 2012, 20h14

Orchata de chufa y un poquito más

Quando alguma pessoa que eu gosto parte desta para uma melhor, que espero que seja melhor mesmo, procuro me lembrar das coisas boas e divertidas que ela fez. Os índios de línguas do tronco tupi-guarani chamam o local para onde vão os mortos bons de “Terra sem Males”. Então, apesar de a gente ficar triste […]


24 de julho de 2012, 16h00

Orchata de chufa y un poquito más

Quando alguma pessoa que eu gosto parte desta para uma melhor, que espero que seja melhor mesmo, procuro me lembrar das coisas boas e divertidas que ela fez. Os índios de línguas do tronco tupi-guarani chamam o local para onde vão os mortos bons de “Terra sem Males”. Então, apesar de a gente ficar triste […]


09 de fevereiro de 2012, 14h35

Excursões com Aziz Ab’Saber

Por Mouzar Benedito   A primeira crônica que escrevi para esta coluna foi sobre o geógrafo Aziz Ab’Saber, meu professor na USP nos anos brabos. Agora, ele ganhou o prêmio “Intelectual do Ano”, da União Brasileira de Escritores, e quero festejar me lembrando de algumas excursões em que ele nos levava para conhecer o Brasil […]


09 de fevereiro de 2012, 14h29

Querem me obrigar a viajar

Em alguns dos pretensos novos estados, já estive. Um deles é Tapajós, cujos moradores, os mocorongos (este é o gentílico que eles mesmo se dão) reivindicam autonomia há mais de um século. Outro é o Triângulo, o nariz de Minas. Como o mapa de Minas ficaria feio sem seu nariz! Outro, a Gurgueia, hoje sul […]


09 de fevereiro de 2012, 14h22

Uma parada em Goiânia

Quem já viajou de férias ou folgas prolongadas para Santana do Cariri e Crato (CE), para o Vale do Jequitinhonha (MG), Corumbá e Ladário (MS), Caruaru e Petrolina (PE), Barra e Barreiras (BA), Iraí (RS), Teresina e Picos (PI), Timão (MA), Mulungu (PB), Itapura (SP), Macapá (AP), Barracão (PR), Dionísio Cerqueira (SC), Palmas (TO) e […]


11 de janeiro de 2012, 19h03

Carta do Henfil

Meu primeiro contato com o Henfil foi quando a Global Editora quis publicar uma versão da revista Mafalda e o Quino exigiu: “Só se a tradução for feita pelo Henfil”. Mas ele era ocupado demais. A solução foi alguém traduzir e o Henfil dar um toque final. Paulo Schilling, que havia voltado do exílio e […]


11 de janeiro de 2012, 14h45

El Pais: O Negro

O Negro Por Rosa Montero, para o diário espanhol El País, Tradução de Victor Farinelli 17/05/2005 Estamos num refeitório estudiantil, de uma universidade alemã. Uma aluna loirinha e indiscutivelmente germânica retira seu bandejão com o prato do dia e vai se sentar em uma mesa. Então, descobre que esqueceu de pegar os talheres, e volta […]


08 de novembro de 2011, 20h02

Miudezas para encher uma página

Andei pensando numas coisas que gostaria de publicar aqui, mas que não justificam uma crônica inteira. Então juntei algumas delas. Confiram. * Morando no último dos quatro andares de um prédio na Vila Madalena, minha área de serviço é invadida frequentemente por bem-te-vis, maritacas, sabiás e sanhaços, que vão comer as frutas que deixo para […]


20 de outubro de 2011, 14h47

Meus 25 Pontos

Crônica de Fausto Wolff


20 de outubro de 2011, 14h42

João, um brasileiro

Crônica por Fausto Wolff


15 de outubro de 2011, 10h59

Meu Deus…

Crônica de José Roberto Torero