#Daniela Thomas

11 de janeiro de 2018, 11h13

A república orgulhosa de Anitta, por Julinho Bittencourt

Em resposta a Marco Antonio Villa, Julinho Bittencourt escreve: “Anitta não desqualifica a mulher. Ela dá poder. Sua sexualidade é afirmação e não submissão. Há uma diferença sutil aí, que só pode e deve ser entendida vista no contexto. No mundo que há à sua volta”


26 de novembro de 2017, 10h57

“Vazante” é o filme do Brasil aos pedaços

Daniela Thomas fez o filme do ano. “Vazante” expressa o incômodo de um país que não se encaixa em si mesmo. Uma fita que tem a escravidão como ambiente e as diferenças – classe, gênero e etnia – como motor narrativo. Por Gilberto Maringoni* “Vazante” começa arrastado e lerdo. Não tem trilha musical e exibe […]


11 de novembro de 2017, 16h39

Coisa de branco, até quando? Por Elisa Lucinda

Para mim é tão grave quanto um médico que não atende um paciente preto e pobre na emergência. Para William Waack a vida do preto, o pensamento do preto, a atitude do preto, os direitos do preto são menores e tudo nele vale menos