#decretos suplementares

14 de julho de 2016, 17h22

Ministério Público conclui: ‘Pedaladas’ de Dilma não configuram crime

Em despacho, o procurador da República Ivan Cláudio Marx analisa os atrasos da União no repasse de verbas em seis casos e conclui não ter havido operações de crédito sem aprovação do Congresso. O TCU havia apontado essa infração criminal, mas, para o MPF, não houve crime. As chamadas “pedaladas fiscais” foram o objeto principal […]