#direitos das mulheres

08 de março de 2018, 09h11

Site reúne vídeos em defesa da legalização do aborto com falas de especialistas e ativistas

Por Thaís Campolina Depois de duas edições e mais de 100 vídeos transmitidos ao vivo, a Virada Feminista Online lança agora site para reunir os vídeos produzidos durante os eventos ocorridos em 2016 e de 2017. Em ambas as ocasiões, ativistas, pesquisadoras, especialistas da área de saúde, juristas, artistas, coletivos presenciais e virtuais, sites, movimentos […]


15 de março de 2017, 12h04

#AtivismodeSofáResponde: e a reforma da previdência?

Por Kel Campos e Thaís Campolina. Há duas reformas em trâmite no Congresso Nacional que, se aprovadas, afetarão em cheio a todos, especialmente a classe trabalhadora. Junto com a já aprovada “PEC do Teto”, a reforma trabalhista e da Previdência Social representam um pacote de austeridade. O texto focará em comentar alguns pontos da reforma […]


26 de janeiro de 2017, 12h39

Qual é o principal problema com a possibilidade de Ives Gandra Filho ser ministro do STF?

Por Thaís Campolina Ives Gandra da Silva Martins Filho, presidente do Tribunal Superior do Trabalho, é um dos nomes cotados para assumir como ministro do Superior Tribunal Federal. Desde que o nome dele foi levantado como possibilidade, muita gente tem falado sobre as opiniões que ele expôs em um artigo publicado no livro “Tratado de […]


26 de novembro de 2015, 14h03

A naturalização da violência contra a mulher em frases do cotidiano

Thaís Campolina A violência contra a mulher é sistêmica e se apresenta de diversas formas, desde a violência simbólica através da desumanização/objetificação do gênero feminino e a violência psicológica até o estupro e o feminicídio. E se faz presente em diversos espaços: na rua, em casa, no parto e até no ambiente virtual. E o […]


16 de outubro de 2015, 11h10

PL 5069/13: mais uma tentativa de retrocesso

O resultado das eleições passadas para o poder legislativo nacional foi assustador: os eleitos formam o Congresso Nacional mais conservador desde 1964. Muitos deles já eram deputados e tem proposto projetos conservadores e que violam os direitos humanos já há algum tempo, a maioria em nome da religião. As propostas absurdas são preocupantes, mas é […]