#Douglas Rodrigues

14 de novembro de 2013, 17h16

Marcha cobra justiça no caso de jovem morto pela PM na zona norte de São Paulo

Parentes, amigos e militantes de direitos humanos pedem fim da violência policial e mais atenção do estado


13 de novembro de 2013, 11h23

“Por que o senhor atirou em mim?”: Protesto questiona mortes de jovens negros nas periferias

Frase dita por Douglas Rodrigues, antes de morrer, é o mote de manifestação contra a violência policial


30 de outubro de 2013, 13h44

Sandra Helena de Souza: Dilma embolada

Um bom texto, uma crítica pertinente, Carlos Latuff escreveu algo ainda mais duro. Talvez pensar que Dilma Rousseff tem de responder a investidura do cargo e nós não podemos abrir mão do nosso papel de ativistas dos direitos humanos. Ao lutarmos por desmilitarizar esta polícia e combater o racismo institucional possamos fazer a ‘vândala do […]


29 de outubro de 2013, 21h03

Os jovens de periferia não querem mais ver irmãos, parentes, amigos, colegas ou apenas conhecidos, serem enterrados porque cometeram o crime de terem nascido, em geral negros, e viverem nas periferias. Eles estão dizendo chega

Black blocs, o assassinato do menino Douglas e o inferno anunciado… Por Renato Rovai, em seu blog 29/10/2013 No dia 3 janeiro à noite, bem antes das Jornadas de Junho, uma chacina chocou São Paulo. Laércio de Souza Grimas, o DJ Lah, de 33 anos, do grupo Conexão do Morro, foi assassinado com outras seis […]


29 de outubro de 2013, 16h38

A arma atirou sozinha? Tá errado isso aí, mano!

Amigo do jovem Douglas que foi assassinado na zona norte de São Paulo desabafa e faz uma denúncia: o policial já foi solto! Leia também: Por que o senhor atirou em mim? Quem vai responder a pergunta do Douglas? Instituto de FHC leva aos EUA policial envolvida no caso Amarildo para falar em evento promocional […]


29 de outubro de 2013, 13h15

Dilma se manifesta no Twitter contra assassinato de Douglas pela PM

"Assim como Douglas, milhares de outros jovens negros da periferia são vitimas cotidianas da violência", diz presidenta