#edifício

06 de junho de 2018, 22h34

Mais de um mês após desabamento de prédio no Paissandu, famílias seguem acampadas

Somente na última semana que a prefeitura de São Paulo instalou banheiros químicos para os sem-teto que, após o desabamento do edifício próximo ao Largo do Paissandu, passaram a viver na rua