#Egberto Gismonti

11 de janeiro de 2018, 11h13

A república orgulhosa de Anitta, por Julinho Bittencourt

Em resposta a Marco Antonio Villa, Julinho Bittencourt escreve: “Anitta não desqualifica a mulher. Ela dá poder. Sua sexualidade é afirmação e não submissão. Há uma diferença sutil aí, que só pode e deve ser entendida vista no contexto. No mundo que há à sua volta”


29 de outubro de 2017, 17h54

O lindo Arraial do grupo Vento em Madeira

É um daqueles discos instrumentais que passam longe do vetusto, sério, da chatice. É divertido, bonito, elaborado e simples. São músicos raros, daqueles que conhecem a linguagem de maneira profunda e a entregam de mão beijada ao ouvinte