#Einaudi

29 de maio de 2009, 12h38

Editora de Berlusconi recusa livro de Saramago

A editora italiana Einaudi, propriedade do primeiro-ministro italiano, recusou-se a publicar a tradução italiana de "O Caderno", de José Saramago, por conter duras críticas a Silvio Berlusconi, classificando-o de "delinquente, corrupto, um líder mafioso"