#Emendas

17 de janeiro de 2018, 12h49

Bolsonaro destina 60% das emendas para saúde de militares

Deputado federal e presidenciável pelo PSC, Jair Bolsonaro (RJ), reservou mais de R$ 45 milhões em emendas parlamentares para atividades relacionadas às Forças Armadas, de pouco mais de R$ 76 milhões indicados por ele no Orçamento de 2014 a 2018.


01 de janeiro de 2018, 08h20

Geraldo Alckmin breca metade das emendas de deputados

O governador tucano de São Paulo não liberou metade do orçamento destinado a emendas dos deputados estaduais nos últimos três anos e meio. Representantes do PSDB são os que mais emendas conseguiram desbloquear.


23 de setembro de 2017, 11h20

Para se livrar da 2ª denúncia, Temer vai liberar R$ 1 bilhão para deputados

Anúncio da liberação de emendas parlamentares veio após a nova denúncia ser encaminhada à Câmara. Da Redação Depois de ganhar carta branca do Congresso para aumentar o rombo nas contas públicas, Michel Temer não economizou e vai liberar R$ 1,016 bilhão em emendas parlamentares. Coincidentemente, o anúncio acontece após a segunda denúncia da PGR contra […]


22 de julho de 2017, 14h39

Mesmo preso, Cunha é beneficiado por liberação de emendas por Temer

Festival de liberação de dinheiro para segurar denúncia contra Temer na Câmara acabou beneficiando Eduardo Cunha.  Sete emendas do deputado foram pagas este ano, as de maior valor em junho, quando já havia estourado a crise da JBS   Por Redação*   Foto Lula Marques/AGPT    Levantamento feito pelo The Intercept Brasil mostra que o festival de liberações […]


15 de março de 2016, 13h45

Eduardo Cunha era “menino de recado” do banqueiro André Esteves, diz Delcídio

Senador afirma, em sua delação premiada, que o presidente da Câmara dos Deputados propunha emendas a medidas provisórias para favorecer o Banco BTG Da Redação Em sua delação, homologada nesta terça-feira (15/03) pelo ministro do STF Teori Zavascki, o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) afirma que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), […]


06 de junho de 2007, 19h32

Câmara tem duas semanas para votar reforma política

O relator da reforma política, deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO), afirmou, esta semana, que não há consenso entre os partidos sobre nenhum dos pontos da matéria. Na quarta-feira (16), o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), havia dito que será muito difícil votar toda a reforma até o final de maio, como era a expectativa dos parlamentares.