#Emílio Migliano Neto

27 de maio de 2017, 15h49

Juiz da internação compulsória é o mesmo que impediu Haddad de aumentar IPTU dos ricos

O juiz Emílio Migliano Neto, da 7ª Vara da Fazenda Pública, que permitiu, a pedido de Doria, a internação compulsória de usuários de crack, é o mesmo que, em 2013, suspendeu por decisão liminar, o aumento de IPTU proposto pelo então prefeito Fernando Haddad.