#ensinava

04 de outubro de 2017, 17h01

“Para quem ensinava justiça, a prisão foi definitiva”, diz chefe de gabinete e amigo do ex-reitor

Áureo Mafra de Moraes aponta que o período sob suspeição do programa de Ensino a Distância da UFSC se refere a episódios ocorridos em 2011 e 2015, antes de Cancellier assumir a reitoria.