#Erenice Guerra

26 de julho de 2012, 09h54

Erenice inocentada. E a Folha e a Veja?

Erenice era considerada o braço direito da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e ocupou a pasta quando esta deixou o posto para disputar a sucessão