#esalq

18 de junho de 2015, 10h38

Ranking expõe sexualidade de alunas e homossexuais em unidade da USP

Estudantes denunciaram esta semana o material exposto no campus da USP em Piracicaba que apelida garotas e homossexuais com termos pejorativos e que configuram claro assédio sexual, como "teta preta" ou ainda "buceta fedida"; a universidade informou que vai apurar o caso