#exame anal

17 de junho de 2016, 10h35

Justiça do Quênia determina que ‘exame anal’ é válido para comprovar homossexualidade

No país, homossexuais são considerados criminosos e podem sofrer pena de até 14 anos de prisão.