#falsos

25 de julho de 2018, 17h16

Procurador dá 48 horas para Facebook explicar retirada de páginas ligadas ao MBL

Ailton Benedito, procurador do Ministério Público em Goiás, quer que o Facebook forneça explicações e detalhes sobre as páginas e perfis que foram retiradas do ar e acusadas pela rede social de disseminação de fake news