#fantasia

31 de outubro de 2018, 22h32

Homem gera polêmica ao ir fantasiado de Ku Klux Klan em festa de Halloween

Festa aconteceu em uma academia de ginástica do interior de São Paulo um dia antes da votação que elegeu Jair Bolsonaro (PSL), que recebeu mensagem de apoio do ex-líder do movimento racista norte-americano que ficou conhecido pelo assassinato de negros


29 de outubro de 2018, 21h54

Eleitora de Bolsonaro fantasia o filho de “escravo” para festa de escola em Natal

A própria mãe postou a foto do filho de 9 anos fantasiado de escravo, com correntes e marcas de chicotadas, para a festa da Halloween de um colégio particular de Natal (RN); caso gerou revolta nas redes sociais e mulher está sendo acusada de racismo


09 de fevereiro de 2018, 08h39

Fantasia de índio vira polêmica depois de campanha politicamente correta

“Indígenas existem, resistem e temos cultura. Fantasia de índio é racismo porque discrimina nossa raça, fortalece o estereótipo do índio folclore e a hipersexualização da mulher indígena”, diz a artista indígena Katú Mirim.


29 de junho de 2017, 17h57

Escola em Santa Catarina pede para alunos irem fantasiados de “favelado do Rio de Janeiro”

Caso foi revelado pelo pai de um aluno do 4º ano do Ensino Fundamental do colégio Fayal, de Itajaí, que recebeu um bilhete informando sobre a festa que dividiria a turma em duas classes sociais: de um lado os favelados e, de outro, médicos e advogados  Por Redação  O colégio Fayal, um dos mais tradicionais […]


16 de maio de 2017, 18h39

Doria e o Dia do Gari: uma reflexão

No dia 16 de maio comemoramos o dia do gari. Ao tomar posse, o prefeito João Doria fez questão de simbolizar o início de sua gestão se “fantasiando” de gari, tentando fazer um papel de trabalhador e humilde quando, ao que consta em matérias e biografias, construiu sua fortuna e sua carreira política com herança […]


10 de janeiro de 2017, 12h14

“Depois de gari e pedreiro, falta a fantasia de palhaço”, diz Katia Abreu sobre Doria

Senadora usou o Twitter para comentar as atitudes do prefeito de São Paulo em seus primeiros dias de gestão.


09 de fevereiro de 2016, 12h42

O desabafo da jovem negra que se fantasiou de “paneleira” no Carnaval

“Ela é um pensamento que nos assombra, uma palavra que nos ofende, um movimento que nos oprime por sermos pretos, pobres, moreninhos, empregadas, gordos, necessitados, nordestinos. A graça que vemos na Lolo não está apenas na cor, mas porque, na realidade, longe dos dias de confete e serpentina onde os papéis se invertem, Lolos nos oprimem com seu dinheiro, suas opiniões e sua indignação seletiva. Mas, neste Carnaval, pudemos rir dela e algo mudou”, diz Luanna Teofillo sobre a personagem criada por ela.