#Feministas do Galo

05 de dezembro de 2017, 15h28

“Feministas do Galo” colocam faixas em protesto contra a permanência de Robinho no clube

O atacante foi condenado na Itália a nove anos de prisão por “violência sexual em grupo” contra uma jovem albanesa de 22 anos