#flávio de castro

02 de fevereiro de 2016, 14h04

Flávio de Castro: O país dos elegantes

"A questão é estética. Lula carregando uma caixa de isopor e sendo dono de um barco de lata é uma cômica farofa. Se FHC carregasse uma caixa de isopor e fosse dono de um barco de lata seria uma concessão à humildade. A questão é classista. Um Odebrecht sentado à mesa com FHC é um empresário rico. O mesmo Odebrecht sentado à mesa com Lula é um pagador de propina", confira a íntegra do texto que viralizou nas redes