#fonte de ira

11 de janeiro de 2018, 16h29

Cristiano Zanin: “A desinformação como fonte de ira”

“Lula foi preso indevidamente (condução coercitiva), sofreu uma devassa indevida, teve sua intimidade brutalmente violada, teve desrespeitado o seu direito de defesa mediante a tramitação de procedimentos sigilosos até mesmo para sua própria equipe de defesa”, afirma o advogado do ex-presidente, em novo artigo.