#forças da ordem

30 de outubro de 2013, 10h52

SP e Rio: quem aposta na violência

Episódios anteriores sugerem: pode estar em gestação uma crise fabricada, em que a população, insegura e temerosa, clama pela ação das “forças da ordem” – seja quais forem a truculência e os desdobramentos